maio 13, 2018

Prática in júri(osa)

duvida-cruel-02
Foi dito por alguém que a Cidade Azul tem onda-verde. Ficamos sabendo, depois, que não tem. Deveria, mas não tem. 

Afirmamos isso como recurso para dar mais ênfase ao nosso argumento. Na verdade, mal comparando, nosso recurso é baseado numa técnica muito utilizada por operadores advocatícios que, para tirar um oponente do ataque e empurrar pra defesa, declara uma bobagem qualquer como se fosse uma verdade absoluta e o outro, não tendo como apurar isso na hora, aceita o fato.
Vamos dar um exemplo. “A encíclica publicada pelo reitor da Universidade de Oxford em 1947, durante a revolução industrial da Romênia, provou matemática, científica e papalmente, que quando uma homo (in)sapiens chama um outro que nem está falando com ele de ‘cagão de merda’ em frente as câmeras, esse indivíduo pode ser taxado de boleiro, um ser cuja formação primitiva não lhe permite compreender novas realidades nem o contexto onde está inserido.”
Uma afirmação desse tipo não encontra nenhum amparo real, mas deixa a gente pensando: Que cara fód#%&%!!! Como é que ele sabe essas coisas? Porra, é uma encíclica. Deve ser verdade. 

Com certeza é. 
E o mentiroso vence.
Voltando à questão da onda-verde de Tubarão. Nada a ver. Não há nenhuma relação com o resto que foi dito. O raciocínio foi sendo desenvolvendo e... nos perdemos. Faltou tempo... vai assim mesmo. 

maio 07, 2018

Dublagem original

filme-chico-xavier
A esposa (morena, atualmente) de um famoso advogado, foi ao Paraguai num bate-volta importar umas muambas. Comprou uns vinhos paraguaios e um par de tênis Nique super original. Além disso, já que estava lá, aproveitou pra comprar uma pá de matar mosca elétrica (elétrica a pá, não a mosca). Pra arrematar um dia feliz de bons negócios, aproveitou uma daquelas ofertas imperdíveis de um daqueles paraguaios chatos que vendem de tudo, e comprou comprou um Chico Xavier - o filme, pirata. Assistiu e não gostou; reclamou para o seu advogado (marido) que o filme era dublado.
E o mata-mosca queimou la ligada.

abril 24, 2018

Brinco pode dar perda total da orelha e até morte


brinco-para-homem
Deu no jornal que o uso de brinco pode dar problema. Aliás, problemão do car%#$&, porque os brincos estão causando inflamações graves e, acreditem, acusam perda total da orelha e até morte. Tá certo que isso tudo aconteceu com um rebanho bovino aqui perto. Por enquanto é só no gado, mas o Putz, que é altamente ligado nessas viademias transmissivas, já abriu investigação.

O setor animal da assessoria epidemiológica do Putz já deu o diagnóstico. “A história esta aí para nos deixar intranquilos. Vaca louca, gripe aviária e suína, só não vê quem não quer. O Ebola a gente não sabe, mas com certeza vem de algum irracional muito do fdp. Está cientificamente provado que a coisa toda começa nos bichos mas estoura mesmo é no nosso rabo, quer dizer, lombo”, disse o assessor animal.

O Putz tentou contato com a Secretaria da Saúde local pra saber que medidas preventivas estão sendo adotadas por aqui. Pela reação do secretário a coisa parece ser séria. Suas palavras: “Pelo-amor-de-deus!”

Parecia bastante irritado. 

abril 16, 2018

Sabedoria animal

Cachorros-na-faixa
Seu Putz,

Olhando a foto aí, dá para dize que se o cachorros atravessam a rua na faixa de pedestre e os humanos não, e, considerando que o tamanho do cérebro dos cães é de aproximadamente um décimo do tamanho do cérebro dos humanos, concluímos que o tamanho do cérebro nada tem haver com inteligência.

Kiko

Putz pê-ésse: Se os animais fossem quatro e se eles estivessem indo para o outro lado, diríamos que são Dogs from Liverpool. Argh... podrassa essa!!!

abril 09, 2018

Triângulo salvarósceles

Nos deparamos com esse post antigo. Veja só como a engenharia desse gênio das finanças públicas, na administração anterior, deixava as coisas todas muito claras…

Entrevista do prefeito hoje de manhã para João Paulo Messer na Eldorado:

- Prefeito, explica pro ouvinte esse rolo do terreno da CBCA.

- Pra gente entender o problema, tem que retroagir 20 anos. Esse terreno pertence à massa falida da CBCA e tá sendo usado pela prefeitura faz 20 anos. Aí vem uma juíza, inadvertidamente ou de propósito, mais inadvertidamente que de propósito ou vice-versa, e decreta o leilão. Puta que pariu!!Convenhamos, não dá pra entender a pressa dessa juíza do caralho da justiça. Resultado: pra pegar o terreno de volta a gente teve que dar 2,6 milhões na borracha. Kéchi.

- Mas prefeito, o senhor vive dizendo não tem dinheiro pra nada, nem pra dar aumento pros servidores, de onde saiu tanto dinheiro?

Vai tomar no cu Messer Boa pergunta. A gente pagou de propósito em kéchi e agora vai fazer uma triangulação com o dinheiro que vai entrar do leilão do Pórtico.

- Só pra gente entender, prefeito, o senhor pagou à vista, mas pelo que sabemos o leilão do Pórtico será parcelado em 30 vezes.

Car#$%& Vou entregar esse cara pro meu tio Você tem que considerar que, inadvertidamente ou de propósito, alguém pode entrar no leilão e pagar em kéchi. Sabe lá!

- Mas…

- Bom dia a todos, obrigado pela oportunidade.

abril 03, 2018

A matemática pública

UPA lelê (post original de out/2014)

UPA
Hoje vamos falar de matemática! Sim, matemática, aquela matéria que você não costumava ir bem na escola mas depois que veio a fase adulta teve que aprender na marra quando ficou sem dinheiro no fim do mês.

Mas vamos ao assunto principal. Esta notícia parece antiga, na verdade é realmente antiga, tão antiga quanto o nosso anúncio da Toca da Batata aqui do lado.

Acontece que em 2010, conforme contrato 071 foi liberado R$2.450.000,00 para a construção da UPA da Próspera sendo que o prazo para a entrega da obra era de 300 dias.

O Putz, que não é exatamente o mais habilidoso com números, resolve transforma-los em algo mais "entendível" aos nosso cérebros. Tomamos como referência um ano. Um ano é o tempo necessário para nosso lindo planeta dar uma volta completa ao redor do astro solar fazendo uma trajetória elíptica que dura 365 dias, 5 horas, 478 minutos e 48 segundos.

Partindo deste princípio e fazendo alusão ao início das obras da UPA (vamos ser bonzinhos e dizer que começariam devido a "burrocracia" no início de 2011, ou seja pela métrica lógica no dia 27 de outubro de 2011 a UPA seria entregue a população, de acordo com os cálculos metafísicos, engenharísticos e politicíticos da premissa exata e inquestionável da matemática previsibilística.

Acontece que somando-se todos os dias desde 1° de Janeiro de 2011 até o corrente ano, temos até o presente, 1383 dias (considerando a margem de erro de 2 pontos percentuais segundo o IBOPE é de 1381-1385 dias), ou seja, estamos com aproximadamente 1083 dias de atraso para a entrega da obra, o que nos dá um percentual de atraso que... bom deixa pra lá.

Ahh, para os menos esclarecidos sobre o assunto, hoje a UPA não tem mais um prazo pra ser finalizada.

Melhor, assim não precisamos calcular nada!

março 28, 2018

Procon médico

Procon-medico
Foi descoberto agora, através de uma coluna social local*, que os médicos estão deixando a desejar no quesito pontualidade. Marcam pra uma hora e atendem às duas, às vezes mais, às vezes menos. E o que é mais arrepiante, essa anomalia estaria ocorrendo até em consultórios particulares. A mesma coluna sugeriu que a população deveria fazer algum tipo de pressão pra curar o descaso. Melhor ainda, que a Câmara deveria operar alguma mudança legal que forçasse os doutores a respeitar horário. Limitar, assim como nos bancos, digamos, em até 15 minutos de espera em dia normal e, talvez, uns 30 em dias de pico. Igualzinho como nos bancos. De repente, forçar uso de dispensador de senhas, como nos bancos. Não cumpriu… Pááá!!! Procon!

O Putz não acha uma boa. Deixa atrasar. Não é de bom alvitre se altercar com esse pessoal. Eles estão com o queijo e principalmente a faca na mão. E têm receita pra tudo e contra tudo. Devem ter contra colunistas também. Se o Putz fosse o colunista e se o colunista precisasse de médico, e esse médico aviasse alguma droga… O Putz não tomaria.

(*) Putz pê-ésse: Não citamos nomes. Já aprendemos que em matéria de colunismo social, não citar nome de ninguém é o melhor remédio

março 19, 2018

A Copa passada e o Putz esquerdista (não é mais)

Por quem os tansos torcem

Japao-e-paraguai
Paraguai X Japão
O texto é tão maravilhoso (nem parece que é nosso) e atual que resolvemos repostar. Só `no último parágrafo demos uma escorregada. Tem um viés petista nada a ver.

Seu Putz está desenvolvendo uma tese que pretende demonstrar que torcer para certos times não tem nada a ver com futebol (tem gente que torce pro Vasco, por exemplo).

Mas vamos à tese. Japão e Paraguai se digladiavam nas oitavas e o Putz ali, indeciso, tentando achar um preferido em meio à falta de jogo. Bola pra lá, bola pra cá, e Tulio Tanaka dá um karatê feio num paraguaio. Taí, Tulio Takada é bom e é brasileiro (naturalizado japonês), torcemos pro Japão. O jogo segue e Fuma Paredes chuta rente à trave. Bom esse Paredes, somos Paraguai, é nosso vizinho, sud-américa. Aí o Honda Fit faz um jogada boa e pensamos, “pô, Japão é país sério, prende corrupto, somos Japa”. E fomos Japa até o Like Santa Cruz cabecear com perigo. Porra, o Paraguai é nossa fonte de coisa barata, vamos torcer pros caras. Aí o Yamaha Ninja dá um pedalada de Robinho e mudamos, afinal, além de tudo, lá tem os dekasseguis, a brasileirada vai pra lá e os caras nos acolhem. Tem brasileiro pra car$#&# no Japão e eles têm nossa torcida. O jogo segue e o capitão paraguaio Lee Justo Villar tira uma bola perigosa e lembramos que metade do Paraguai é plantado por brasileños (até maconha a gente planta lá), quer dizer, eles também acolhem bem a gente. Somos Paraguai e tá acabado.

Essa firmeza de caráter durou até os pênaltis. Fora do calor do peleja nos veio um resquício de reflexão. Com ela, a reflexão, ficou claro que a viadagem de trocar de time de minuto em minuto era ridícula. E veio a definição (reflexão traz definição): o Paraguai era um país fudido e o Japão rico. E torcemos para o Paraguai e festejamos a passagem pras quartas.

Entenderam? No fundo, no fundo, tudo se resume à luta de fracos contra poderosos. Essa tese se aplica a outras cositas más. Somos contra Globo, Veja, Estados Unidos ou Europa porque eles representam o poder, a elite, o inalcançável. É ou não é? A tese é boa, vamos trabalhar mais nela. A paixão, que seria a essência das motivações, realmente conta pouco. Falando em essência, Sócrates (o filósofo, não o boleiro) já dizia que a paixão, na abordagem metafísica, é uma das matrizes vitais para definir a existência por si só e… Puta que pariu Putz, pára com isso… 

Paraguai!!! Guai!!! Guai!!!

fevereiro 27, 2018

IPTU 2018 e o velho truque do bode na sala


E daí cidadão criciumense, você ficou contente com o seu IPTU deste ano? Feliz com a revogação daquela medida capciosa que reclassificava seu imóvel para para uma faixa superior?

Pois saiba que assim mesmo você continua levando ferro. É só checar os números.

Vamos a eles. Um certo cidadão (SeuPutz), morador da Barão do Rio Branco, pagou no seu apê ano passado um total de xis e este ano pagou xis + 14%.

Beleza?

Poisé. Aumentou 14% enquanto o salário-mínimo subiu 1,82% e o salário do Putz menos ainda.

A diferença não é tanto assim?

Pois saiba que em 5 anos os números são piores, casualmente em desfavor do cidadão bom pagador.

O IPTU desse mesmo apê, de 2013 para 2018 aumentou 215%. O salário-Mínimo? 41%.

O que tem a ver com o bode na sala? Você reclassifica os imóveis em mais/menos 100% (sempre para cima); o pessoal abre um berreiro; você revoca a reclassificação, atocha 14% de aumento e todo mundo fica feliz.

Brasil zil zil!!!

fevereiro 21, 2018

O Furo da bala

lampada-tiro
Deu no jornal que “no bairro Renascer foram encontradas várias lâmpadas de iluminação pública destruídas com tiros de pistola calibre 7.65.”

Quem achou que a notícia é furada, que não tem como saber qual o calibre da bala que quebrou as lâmpadas, é claro que errou. Tem sim como saber e o processo é muito simples. A perícia técnica consegue descobrir tudo e muito mais. No caso das lâmpadas eles recolhem todos os caquinhos e levam pro laboratório bioclínico de autoanálise. Lá é usado um reagente químico derivado de chumbo combinado com uma fórmula metamorfódica voltada para balística. Os caquinhos são mergulhados no reagente e ao aplicar a fórmula já dá o calibre do tiro num telão de LED 42 polegadas SmarTV.

Software está sendo desenvolvido para descobrir a ficha-suja do artilheiro, com nome da mãe, time e opção sexual, além de emissão automática do BO.

fevereiro 05, 2018

Piada criminosa

Colombo ri atoa

Colombo saiu-se com essa:
"A onda de barbárie em Santa Catarina deve-se ao 'extraordinário' combate ao crime promovido por meu governo."

Onda de barbárie = ataques que a bandidagem organizada vem executando em boa parte do Estado.

É um grande gozador, esse Colombo. Pela lógica das probabilidades inerentes ao inverso do todo minimalista aqui e acolá, pode-se inferir que se o fantástico governo colombial deixasse a bandidagem descombatida, hoje Santa Catarina estaria livre dessa praga.

Cala a boca, Raimundo!

fevereiro 01, 2018

A questão sócio-animal em Criciúma


Mocréia, nossa cadela, passou mal. Saímos em busca de socorro nessa Criciúma de Deus e uma realidade nova deu as caras, uma realidade marcada por exploração, oportunismo e insensibilidade. Descobrimos que são estas três virtudes que movem o sistema de saúde, essencialmente privado, voltado para o mundo cão.


Todos os indícios indicavam uma virose. A gente tira por nós, quando dá aquela lerdeza e ninguém sabe direito o que é… é virose. Bom se fosse. Antes mesmo de botar a mão na Mocréia, a primeira mordida: cemzasso pela consulta. Apalpa daqui, apalpa dali e veio o direto no queixo: precisava uma tomografia. Podia ser tumor. Preço: duzentos paus.


Mocréia, na proporcional, beira os 90 anos. O Putz fez umas constas rápidas e pensou que de repente investir num filhote sairia mais barato. Investir = comprar uma cachorra zero bala. Mocréia, na real, já havia cumprido seu ciclo. Agora, diga isso para sua mulher. Se seu relacionamento está classificado como estável, prepare-se para a turbulência. No caso da Sra. Putz, simplesmente insinuar uma proposta de solução final em desfavor da cachorra deu início a um processo de ruptura conjugal.

E fez-se a tomografia. Não tinha tumor, era virose. Remédios: mais cemzão.

janeiro 24, 2018

A coisa sexual


Notícia criminal quando há sexo no meio
Legal a cobertura dos jornais. Parece que quando há sexo no meio, a criatividade cresce na mão de redatores e redatoras, lubrificada com certo humor irônico e discreto. Achamos umas coisinhas picantes, tipo:
  • a nova lei enrijece a situação dos transgressores;
  • são poucas as aberturas para quem é afoito;
  • o código vai meter muita gente na cadeia;
  • a posição dos juristas é positiva;
  • há os que hesitam pela frente mas por trás são muito ativos (referência aos que se manifestam a favor ou contra).
Repostagem. Achamos engraçadinho e metemos de novo.

janeiro 15, 2018

Il dolce far niente, ou, o ócio descriativo

madam canine
Brasileiro é um cara esperto. Deu na Globo que um esperto criou uma empresa especializada em organização doméstica.

E o que faria uma empresa dessas? Ou melhor, quem procuraria os serviços de uma empresa especializada em organização doméstica?

Óbvio, pessoas super atarefadas cujas casas são muquifos, onde elas não acham nem a escova de dentes, certo?! Errado. São as dondocas. Super sem nada pra fazer, elas se enrolam em mumunhas básicas. Elas procuram a firma, por exemplo, para que eles ensinem como guardar cada sapato (se de pé ou deitado).

E pagam por isso. Tomou banho e não sabe o que fazer com a toalha até a empregada pegar pra lavar? A firma ensina.

O negócio já tem evolução: cursos para juntar cocô de cachorro e etiqueta ao celular. Esses não deu na Globo ainda, mas vai...